terça-feira, 31 de julho de 2012

DISTINÇÃO DE SENTIDO NAS PALAVRAS JUSTO E INJUSTO.

Algumas vezes essas duas palavras expressam o caráter moral das pessoas. Um homem justo é um homem reto, honrado, bom. O injusto é aquele que vive quebrando as leis divinas. Outras vezes, estas palavras expressam não simplesmente o caráter moral, mas relação de justiça.
Nesse sentido, um homem justo é aquele com quem as demandas da justiça são satisfeitas. Ele pode ser pessoalmente um injusto e legalmente justo. Se isto não fosse assim, nenhum pecador poderia ser salvo. Não há um crente na face da terra que não tenha sido pessoalmente injusto, merecedor da ira de Deus. Sendo ele, portanto, injusto, Deus, através da obra expiatória de Cristo, declara-o legalmente justo, não moralmente, à vista de Sua justiça.
Quando, portanto, Deus declara o injusto justo, Ele não o declara ser o que, na realidade, ele não é, mas simplesmente declara que o débito dele, com relação à justiça, foi pago por Outro.
Portanto, quando é dito que o pecado de Adão é imputado à sua posteridade, não quer dizer que a humanidade toda estava presente pessoalmente quando Adão pecou, ou que voluntariamente todos foram culpados de seu ato. Mas esta imputação significa que, em virtude da união federativa de Adão com os seus descendentes, o pecado de Adão é a base judicial da condenação da raça, de igual modo como a justiça de Cristo é a base judicial da justificação do Seu povo.
A doutrina da imputação tem sempre sido uma grande dificuldade para o entendimento das pessoas. A mente humana tem sido torturada na resolução deste problema.
A solução escriturística desse difícil problema tem sido esta: Deus colocou Adão como cabeça federal-representativa da raça. Deus o colocou sob prova não somente para si próprio, mas também para toda a sua posteridade. Tivesse Adão mantido a sua integridade, ele e todos os seus descendentes teriam permanecido sem pecado e teriam tido vida eterna, uma comunhão imperdível com Deus, felizes para sempre! Como ele caiu do estado em que foi criado, ele levou consigo toda a sua posteridade, de tal modo que a penalidade dele passa a ser deles, também. Todos os descendentes de Adão, passam, portanto, a ser, por natureza, filhos da ira.
         Os males que a posteridade de Adão sofreu não foram imposições arbitrárias, nem conseqüências naturais da apostasia de Adão, mas imposições judiciais.

OS SÍMBOLOS DO APOCALIPSE


NÚMEROS

SETE - Perfeição

SEIS - Imperfeição

DOZE – Povo de Deus

QUATRO – Universalidade


SERES, COISAS E TEMPOS

ANIMAL – Rei, Reino

ÁGUAS – Povos, Nações

MULHER – Igreja

1 DIA – 1 Ano

VENTOS - Guerra

CHIFRES – Poder

TEMPOS – Anos

CABEÇAS – Monte, Rei

CORDEIRO – Jesus Cristo

7 CANDEEIROS – 7 Igrejas

7 ESTRELAS – 7 Anjos

7 ANJOS – 7 Líderes

CAUDA – Falso Profeta

BABILÔNIA – Sistema Enganador e opressor

MERETRIZES – Igrejas falsas

TAÇA/CÁLICE – Juízo divino

SOL – Divindade

LUA – Palavra de Deus

12 ESTRELAS – 12 Apóstolos

CORÔA – Vitória, recompensa

144.000 – Povo salvo

MEIA HORA – 1 Semana

5 MESES – 150 Dias/anos

42 MESES – 1260 Dias/anos

segunda-feira, 16 de julho de 2012

CARACTERÍSTICAS DA RELIGIÃO E CONSELHOS

TRÊS CARACTERÍSTICAS DA RELIGIÃO Um depósito de sabedoria (adoração) Um depósito de influência (resultados) Um depósito de amor (filhos do mesmo Pai) DEUS APRESENTA CINCOS CONSELHOS PARA TER VIDA. Oséias 5. Verso (1). Cuidado para não ser uma Armadilha (ameaça), o próximo. Verso (2). Cuidado com os excessos, não extrapole. Tenha bom senso! Saiba o momento Certo. Verso (3). Cuidado pois os seus Atos nunca serão escondidos. Verso (4). Não tome caminhos sem Retorno. Verso (5). Cuidado com a Arrogância. (Todo mal nasce da arrogância). quando a gente se acha intocável. Isso é soberba. Extraído do meu Sermão, ministrado na Igreja Adventista Central de São Caetano do Sul.