sexta-feira, 10 de agosto de 2012

OFÍCIO DA GRAÇA

Podemos reivindicar a bendita promessa: “Desfaço as tuas transgressões como a névoa, e os teus pecados, como a nuvem.” Isaías 44, 22. “Os seus muitos pecados lhe são perdoados.” Lucas 7:47. Oh, quão preciosa, quão refrigerante, é a luz do amor de Deus! Pode o pecador olhar para sua vida manchada de pecado, e dizer: “Quem os condenará? Pois é Cristo quem morreu.” Romanos 8:34. “Onde o pecado abundou, superabundou a graça.” Romanos 5:20. Cristo, o Restaurador, implanta um novo princípio de vida no coração, e essa planta cresce e produz fruto. A graça de Cristo purifica ao mesmo tempo que perdoa, habilitando os homens para a entrada num Céu santo. Devemos crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo, até alcançarmos a plena estatura de homens e mulheres nEle. – {PC 333.6}
Oh, que todos possamos alcançar a elevada norma que Deus nos apresentou, e não mais permaneçamos pigmeus na vida religiosa! Que de raios de luz seriam refletidos para o mundo, em forma de boas obras, se nos tornássemos portadores de luz tais como Deus nos quer! — The Review and Herald, 14 de Julho de 1891. – {PC 334.1}

1 comentários:

Julio Cesar disse...

Maravilhosa Graça de nosso Senhor... Texto muito propício em todos os momentos para todos os homens.