sexta-feira, 10 de agosto de 2012

COMENTÁRIO DE ROMANOS 6. 1-4.

"Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente?  De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele?  Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte?  Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova." (Romanos 6:1-4 NVI)

"Que diremos, pois?" -  Transição-expressão, uma frase debatedora. O uso desta expressão aponta para a formação de Paulo nas escolas rabínicas, onde as questões eram propostas e os alunos eram encorajados ao debate, onde a contestação necessitava ser respondida.
" Permaneceremos (ἐπιμενωμεν)" -  O verbo significa, fundamentalmente, manter-se ou permanecer em ou com, como 1 Coríntios 16:8; Filip. 1:24, e, secundariamente, a perseverar, como Rom. 11:23; Col. 1:23. O melhor aqui a se empregar na fraseologia é "persistem."
" Não sabeis vós (ἀγνοειτε)" -  A expressão é da mais forte: "sois ignorantes." Então do modo indicativo pressupõe uma familiaridade com a natureza moral do batismo, e um absurdo conseqüente na idéia de persistir no pecado.
"Tantos como (ὁσοι)" -  "todos nós que". Dito de outro modo a "partir de nós que" (οἱτινες, Rom 6:2), como não caracterizando, mas que designa tudo coletivamente.
"Batizado em (εἰς)"  Ver em Mateus 28:19. A preposição. denota união íntima, participação, não para trazer a unidade, para que tenha sido efetuada. Compare com 1 Coríntios 12:12, 1 Coríntios 12:13, 1 Coríntios 12:02. Em Cristo, na sua morte, assim como Ele morreu para o pecado, do mesmo modo nós morremos com Ele para o pecado, como se estivéssemos literalmente membros do Seu corpo.

1 comentários:

Priscila Marqueto disse...

Maravilha Pastor, lindo texto!