quinta-feira, 27 de outubro de 2011

PRECEITOS DO ISLÃ

O Islã é constituído por cinco preceitos que devem ser entendidos conforme seus significados interiores:

  A Unicidade de Deus

“La ilaha ila Allah, Muhameden-rasun Allah”.  Através da “Chahada” ou testemunho da fé, o fiel crê na unicidade de Deus e que o profeta Mohammad é seu mensageiro.

  As cinco preces diárias

Cinco vezes ao dia os mulçumanos fazem suas orações voltados em direção a Meca. Elas podem ser realizadas individualmente, embora alguns prefiram fazer as recitações na mesquita. Antes de cada oração, a ablução é necessária, pois tem como finalidade a limpeza e a pureza necessária ao homem – externa e interna. Esse ritual consiste em lavar as mãos até os pulsos, a boca, as narinas, o rosto, os antebraços até os cotovelos, esfregar o topo da cabeça e as orelhas e lavar os pés até os tornozelos. As cinco preces são: oração da Alvorada (fajr), do meio-dia ( zuhr), da tarde (Asr), do crepúsculo (maghrib) e da noite ( isha).

  O Ramadã

O cumprimento do jejum no mês do Ramadã vai do nascer ao pôr-do-sol, sendo proibido ingerir alimento e qualquer líquido, bem como ter atividade sexual. O Ramadã tem como objetivo o domínio de si mesmo e das vontades, o combate aos desejos e paixões, evitando mentiras, invejas, ciúmes e orgulho. É também tempo de lembrar-se dos menos afortunados.

 Zakat

A doação anual de 2,5% dos rendimentos anuais líquidos tem a finalidade de ajudar os mais necessitados e fazer obras de interesse comunitário.

 Peregrinação a Meca

A peregrinação a Meca dever ser realizada desde que o fiel se encontre em bom estado de saúde física e mental, e tenha boas condições financeiras. A peregrinação significa uma viagem ao interior de si mesmo, onde os desejos mais sagrados poderão ser concretizados.

  A Sunnah e Hadith

Para o mulçumano, o Alcorão é o livro sagrado que contém as revelações de Deus ao profeta. A Sunnah é a segunda fonte do Islã sendo constituída do Hadith – que são os ditos ou feitos do profeta. O Hadith reúne detalhes e explicações sobre o Alcorão. A Sunnah e o Hadith são, pois, de fundamental importância para o entendimento do Alcorão.

  Sunismo e Xiismo

Os sunitas representam à maioria mulçumana (85%) e como a própria palavra sugere, são aqueles que seguem a Sunnah e o Hadith. Assim “sunni” significa tradicionalista. As práticas do profeta sobrevivem em seus seguidores até os dias atuais. O profeta não bebia um copo de água num só gole, mas sim em três. Ele deixava sempre a barba crescida, o que pode ser observado até hoje em seus fiéis. Das práticas simples às mais complexas, os sunitas acreditam que os comportamentos e hábitos do profeta devem ser seguidos em todos os passos e por toda a vida.
Os xiitas vêm de outra facção do Islã que possui especificidade e alguns rituais diferentes dos sunitas. No xiismo existem também outras formas de manifestações religiosas, como a peregrinação ao túmulo dos imãs ou a celebração do martírio de Hussein na época do aniversário do massacre da família e companheiros de Hussein em Karbala, Iraque. A comemoração é realizada através do flagelo dos fiéis, sendo considerada a celebração mais forte do mundo xiita, pelo sentido moral e religioso.

   A Charia

A Charia é a Lei Divina que se originou do Alcorão e da Sunnah. De acordo com o Islã, ao homem dotado de inteligência, sabedoria, desejo e vontade, foi necessário um código de conduta orientado para o caminho do bem. A Charia, desse modo, define os valores e a conduta de vida que devem orientar o comportamento dos fiéis, em forte contraste com a visão secularizada da maioria dos países ocidentalizados de minoria islâmica.

TWITTER: @prchaguri

0 comentários: